Slider

O Sistema de Avaliações do curso de Direito Americano


Caros leitores,

Como vocês puderam perceber, estou um pouco ausente do Blog. Final de semestre é sempre complicado para mim. Eu tive bastante prazos e trabalhos para entregar. Se você que é da terra do carnaval acha que o ano começou agora, saiba que aqui nos Estados Unidos o semestre está acabando. O semestre letivo aqui dura 4 meses. As aulas se iniciam na segunda semana de Janeiro e terminam no final de Abril.

Final de semestre é uma temporada estressante para nós que estudamos Direito Americano. O curso de Direito, em regra, tem apenas uma avaliação chamada Final Exam. Isso. Estudamos quatro meses sem nenhum tipo de avaliação e temos apenas uma prova no final da matéria com o assunto do semestre inteiro. A nota que tirarmos é a nossa media. Ou seja, se eu tirar nota baixa na avaliação a minha média será baixa.

Não bastasse a quantidade de assuntos, ainda somos avaliados em uma curva. Ou seja, os alunos de Direito competem entre si. Você não recebe na prova a nota que você necessariamente merece (mesmo que esteja tudo correto). Apenas as melhores provas recebem A+. Sim, é confuso. Observem o desenho:

Resultado de imagem para law school curve

Os Professores tem um limite de notas máximas para distribuir. Eles escolhem apenas as melhores provas (mesmo que todas as outras estejam corretas). Em laranja temos a media da turma. E, em vermelho, os que tiveram uma performace inferior aos outros estudantes.

E essa curva pode ser frustrante, pois mesmo que você estude bastante, você pode tirar uma nota baixa se outros alunos se saírem melhores que você.


Complicado, não é?
Welcome to my world.



Como escolher sua Universidade Americana?


Image result for bandeira dos euaA escolha de uma Universidade nos Estados Unidos envolve muito mais que um nome de renome no currículo. É preciso avaliar uma série de pros e contras ao decidir qual universidade você deverá cursar. Hoje dividirei um pouco da experiência de quem está no segundo curso superior americano e o ajudarei a escolher a melhor universidade para você.

1. Primeiro aspecto a ser considerado: o financeiro 

Todo mundo quer morar na California e ter “uma vida sobre as ondas.” Entretanto, você sabe quanto custa uma universidade na California? E, principalmente, o custo de vida na California?
Um dos pontos mais importantes ao escolher o seu curso de Direito nos Estados Unidos é saber que aqui não existem universidades de Direito gratuitas e, por isso, é preciso saber quanto você tem disponivel para investir na sua educação.

Você pode conferir os valores dos cursos, no próprio site das universidades.

Após verificar que o valor do curso cabe no seu bolso, analise o custo de vida daquele local. Grandes centros como N.Y, Chicago, e California, por exemplo, possuem um custo de vida altíssimo. Fora isso, em algumas cidades o sistema de transporte público é praticamente inexistente. Você precisará morar perto da universidade, e por existir uma alta procura, aluguéis próximo as universidades costumam ser bem caros.
Outro aspecto a ser considerado é que nem todas as universidades permitem que estudantes de Direito morem em seus dormitórios (eles dão preferência aos alunos do undergrad).

2. Segundo aspecto a ser considerado: a cidade

A cidade combina com o seu estilo de vida? Saiba que muitos Estados americanos tem as quatro estações bem definidas, então estudar em Harvard, por exemplo, significa ir para aula “embaixo de neve”. Outras cidades são bem pequenas, no estilo “nada para fazer.” Isso pode ser tedioso se,por exemplo, você gosta dos grandes centros.

3. Terceiro aspecto a ser considerado: oportunidades 

Aquele local terá estágios disponíveis para mim? Ou não conseguirei nenhuma oportunidade de experimentar o Direito Americano na prática?

4. Quarto aspecto a ser considerado: ranking, e credenciamento da universidade

Os Estados Unidos tem um sistema de ranking de universidades baseado na nota dos alunos. Isso que dá credibilidade à Law School nacionalmente. Contudo, algumas universidades não estão no ranking ou não são credenciadas pela American Bar Association. Eu, particularmente, não recomendo que você estude em uma universidade não credenciada pela ABA.

Essas são as minhas principais observações sobre a escolha da sua universidade Americana.

Boa sorte e até o próximo post!


O Mestrado em Direito nos Estados Unidos (LL.M. degree)


IU McKinney LLM Students 2017
Foto: IU McKinney Law - 17 LL.M Students for Spring 17

O Mestrado nos Estados Unidos, não é um curso voltado à academia como o Mestrado Brasileiro. Os objetivos principais dos cursos de LL.M são:

-       - Especializar advogados americanos em um determinado tópico ou matéria;
-       - Ensinar o Direito Americano para que advogados estrangeiros passem no BAR Exam;
-       - Preparar legal scholars que desejam avançar na sua carreira acadêmica, em preparação aos cursos de S.J.D e P.H.D

Assim como no Brasil, nem todas as universidades americanas oferecem cursos de LL.M. Caso a universidade ofereça o programa de mestrado, cada uma possui áreas de concentrações diferentes. A Indiana University Robert H. McKinney School of Law, minha universidade, oferece 6 diferentes áreas. São elas:


Outras universidades possuem currículos diferentes, assim como requerimentos diferentes para a conclusão do curso. Na IU McKinney, o mestrando necessita cursar 24 créditos para se formar. Caso você escolha estudar em período integral, você poderá concluir o curso em apenas 1 ano, e a tese é opcional.

Os requerimentos para aplicação no LL.M. são:

-       Ter um Juris Doctor degree; ou
-       Ter cursado Direito e ser licenciado para advogar em outro país.

Candidatos estrangeiros precisam ainda provar proficiência na língua inglesa. Geralmente os testes aceitos são o TOEFL ou o IELTS.

Após decidir que você deseja cursar um LL.M nos Estados Unidos, o seu próximo passo é responder as seguintes perguntas:

-       Qual Estado quero morar?
-       Em qual universidade desejo estudar?

Boa sorte na pesquisa e até o próximo post.



O Paralegal nos Estados Unidos


A profissão de Paralegal pode ser uma vantagem para os estrangeiros que desejam trabalhar nos Estados Unidos e que não desejam investir tanto tempo e dinheiro em uma formação jurídica. Mas, afinal, o que é um Paralegal?

A profissão de Paralegal


Paralegal nada mais é que um assistente jurídico. A sua área de atuação é bem ampla: é comum encontrarmos paralegals em escritórios de advocacia e até no governo. O trabalho do paralegal é auxiliar o advogado ou a sua equipe de advogados. O Paralegal faz o saneamento dos processos e documentos, atende ligações de clientes, envia e-mails, cuida da agenda do advogado, escreve memorandos e pareceres (que serão corrigidos e assinados pelos advogados), faz pesquisas jurídicas, enfim tudo que for relacionado à assistência ao advogado. O trabalho do Paralegal é assistir o advogado, não substituí-lo.

A formação do Paralegal 

Já ouvi alguns brasileiros erroneamente compararem Paralegals à Bacharéis de Direito no Brasil que não passaram na OAB. É importante salientar que Paralegals não são formados por uma Law School. Eles não frequentam a faculdade de Direito, mas fazem um Associate Degree ou a Certificate em Paralegal Studies. Alguns Profissionais fazem Bacharelado em Paralegal Studies ou até mestrado na área, mas nenhum dos cursos é oferecido por uma Law School. 

Em regra, para se trabalhar como Paralegal você não precisa de um diploma. Alguns escritórios aceitam experiência jurídica no lugar de um certificado. Ou seja, se eu advoguei 10 anos no Brasil, posso trabalhar como paralegal sem nenhuma formação nos EUA? Teoricamente sim. Quem determina o nível de educação que um paralegal deve ter são os escritórios de advocacia contratantes.

Contudo, já falei sobre concorrência, não é? Não pense que é tão simples conseguir um emprego nos Estados Unidos sem nenhuma formação americana. Como você auxiliará um advogado sem que você entenda nada da sistema jurídico? Contudo, existe o elemento sorte. Já vi alguns advogados brasileiros que conseguiram emprego na área de imigração e que não cursaram o degree americano.

Os cursos oferecidos no mercado


Para se tornar um Paralegal existem cursos online ou on campus. Nos Estados Unidos existem mais de 1000 colleges, universidades e community colleges e programas de treinamentos que formam paralegals (a verdade é: você decide o quanto de educação você deseja ter. Mais educação = mais oportunidades).  Contudo, apenas 250 programas são credenciados pela American Bar Association.

Um dos fatores determinantes na escolha de qual diploma você escolherá é o fator financeiro. Quanto dinheiro você está disposto a gastar com universidade?

Como mencionei acima, existem vários cursos de paralegal entre ele:

1.     Certificado ou Diploma de 1 ano
2.     Dois anos de Associate Degree
3.     Bacharelado
4.     Mestrado

A maioria dos paralegals possuem um Associate Degree ou um Bachelor. O curso de quatro anos é a melhor opção em razão da competitividade. Reforço sempre aqui no blog que não adianta nada ter o diploma americano, mas não ter um emprego para pagar as contas.

Salário 

De acordo com o Bureau of Labor Statistics a media salarial de um Paralegal nos Estados Unidos é $53,180 (bruto).

Emprego


Ser um paralegal é uma excelente opção para quem já mora nos Estados Unidos e não precisa ser patrocinado por um escritório de advocacia para conseguir um visto de trabalho. Escritórios, em regra, não patrocinam vistos para Paralegals. Se você necessita de sponsor, sugiro ler a série de posts sobre como se tornar advogado nos Estados Unidos. 

Espero que este post tenha sido esclarecedor.

Até o próximo post!